CFO apresenta orientações para avaliar urgência e emergência

CFO apresenta orientações para avaliar urgência e emergência
25 de março de 2020

CFO apresenta orientações para avaliar urgência e emergência

O Conselho Federal de Odontologia (CFO) apresenta orientações específicas acerca do atendimento odontológico de urgência e emergência, frente ao cenário do Coronavírus no Brasil. As informações, voltadas para avaliação e identificação, almejam melhor esclarecimento aos profissionais da Odontologia em todo o país. O conteúdo tem como base técnica o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo e a American Dental Association.

No caso de atendimentos de emergência, o conteúdo evidencia situações que expõem ao paciente o potencial risco de morte. Acerca dos atendimentos de urgência, as informações contemplam situações que determinam prioridade para o atendimento, mas não expõem ao paciente o potencial risco de morte. Além de orientações sobre procedimentos não classificados como urgência odontológica.

Segundo o Presidente do CFO, Juliano do Vale, as informações integram o Plano de Prevenção da Autarquia, lançada em fevereiro, início das manifestações do Coronavírus no Brasil. “Nosso compromisso é com a segurança do profissional de saúde bucal e com a qualidade do atendimento odontológico prestado à população e, por isso, a cada nova mudança social provocada pelo contágio do vírus, novas medidas serão adotadas. Essa força tarefa é fundamental para o enfrentamento dos Cirurgiões-Dentistas que estão em atendimento de urgência e emergência, seja dá rede pública ou privada”, explicou.

CLIQUE AQUI e confira o documento na íntegra.

Cadastre e receba nossa
Newsletter