NOTÍCIAS

SAÚDE

Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso apoia campanha “Outubro Rosa”

O tom de rosa invade a cidade e traz consigo uma mensagem universal neste mês de outubro: é preciso se conscientizar e prevenir o câncer de mama. Para reforçar o alerta, a Comissão de Direito da Mulher da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) e a Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso (CAA-MT) lançaram, nesta quinta-feira (06), a campanha “Outubro Rosa”, em Cuiabá. A iniciativa ganhou o apoio do Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso (CRO-MT).

Como um lembrete à população, as fachadas da OAB-MT e CAA-MT foram revestidas com a tradicional iluminação cor de rosa em uma noite que reuniu lazer e palestras sobre saúde e direito. O evento marcou o início da programação que irá contar com uma série de ações para compartilhar informações, esclarecer e sensibilizar a população – em especial, as mulheres – sobre os fatores de risco, proteção e medidas de detecção precoce relacionadas ao câncer de mama.

O presidente do CRO-MT, Luiz Evaristo Ricci Volpato, esteve presente para apoiar o movimento e reforçar a mensagem. “Eventos como este, que promovem a saúde, são importantíssimos. O ‘Outubro Rosa’ é um sinal de alerta para a vida. O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo. Da mesma forma, é preciso ficar atento ao câncer de boca e demais doenças”, pontua.

De acordo com estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Brasil deve ter 57.960 novos casos de câncer de mama em 2016 – destes, apenas 1% dos casos da doença correspondem aos homens. Outra pesquisa do Inca revela que duas em cada três mulheres com câncer de mama perceberam o nódulo por si próprias. Já 30% tiveram a doença identificada por meio de mamografias e apenas em 3% dos casos foram profissionais de saúde que detectaram a suspeita.

Durante o mês de outubro, os colaboradores do CRO-MT também aderiram à campanha e “vestiram a causa”. A ideia é usar uma peça de roupa na cor rosa no expediente para demonstrar apoio e ajudar na propagação da iniciativa.

SAÚDE BUCAL FEMININA – Em sintonia com o “Outubro Rosa’, o CRO alerta o segmento feminino da população para os cuidados com a higienização da boca, bem como da saúde em geral. O organismo da mulher necessita de cuidados especiais em momentos como mudança de hormônio na adolescência, na gravidez ou na menopausa, por exemplo. Nesses períodos, a mulher fica mais sensível ao acúmulo de bactérias e, consequentemente, mais exposta a gengivites, aftas e inflamações da mucosa bucal.

Por meio de consultas odontológicas e uma abordagem preventiva é possível monitorar a saúde bucal e também prevenir e diagnosticar precocemente lesões orais de maneira eficaz. Inclusive, dessa forma, facilita-se a detecção de casos suspeitos de câncer de boca – o que possibilita chance de cura entre 80% a 90% destes. Segundo dados do Inca, estima-se que em 2016 haverá 4.010 novos casos de câncer de boca em mulheres no país. Em Mato Grosso, a perspectiva é de 40 casos em mulheres, considerando as taxas brutas de incidência por 100 mil habitantes.

 

ZF PRESS - Assessoria de Imprensa

COMENTÁRIOS