NOTÍCIAS

AGRADECIMENTOS

CRO-MT presta homenagem à juíza Selma e ex-presidentes

O Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso (CRO-MT) celebrou oficialmente o Jubileu de Ouro da instituição na noite de 24 de outubro. Entre as atividades realizadas no evento, que marcou os 50 anos de atuação da autarquia no Estado, houve homenagens à juíza Selma Arruda, titular da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, e aos ex-presidentes da entidade. 

Os agraciados da noite pelos anos dedicados à classe foram o presidente fundador do CRO-MT, Moisés Mendes Martins Júnior, Celso Aparecido Serafim da Silva, que foi representado pela filha a advogada Luciana Serafim, Hani Hamed Fares, Edmilson Bartolomeu de Figueiredo e Cristiane Raso Tafuri. 

“Agradecemos aos ex-presidentes do CRO que começaram o trabalho de regulamentação da profissão e deixaram o legado para que na atualidade pudéssemos dar continuidade”, disse o presidente do CRO-MT, Luiz Evaristo Ricci Volpato. 

A outra homenagem prestada foi à Selma Arruda, magistrada que julga ações de combate ao crime organizado, crimes contra a administração publica, crimes contra a ordem tributária, crimes de lavagem de dinheiro e crimes contra a economia popular. 

PALESTRA – Selma ministrou a palestra “Ética e Corrupção” para profissionais de saúde bucal do Estado e recebeu das mãos da presidente da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer, a cirurgiã-dentista Maria Carmem Volpato, e do presidente do CRO-MT, flores e uma placa de agradecimento pela participação no evento. 

“Apesar de todo trabalho que a juíza Selma Arruda faz no nosso Estado, conseguindo punir pessoas poderosas e corruptas, ela se propõe a fazer um trabalho preventivo, de orientação à sociedade. Isso se assemelha ao que o CRO faz de fiscalizar e punir as más práticas do exercício da profissão e também na prevenção e orientação aos profissionais sobre condutas éticas”, comparou Volpato. 

Selma Arruda é bacharel em Direito desde 1985, especialista em Direito Público pela ATAME, Direito Penal e Processual Penal, pela Fundação Getúlio Vargas, Direito Penal e Econômico – IBCCRIM pela Universidade de Coimbra – Portugal, Direito Tributário – pela CERS –, docência do ensino superior – UCAMPROMINAS – e mestranda em Educação pela FUNIBER- Universidade do México.​

 

ZF PRESS - Assessoria de Imprensa CRO-MT

COMENTÁRIOS