NOTÍCIAS

TROCA DE CONHECIMENTO

Delegação do Tocantins visita CRO-MT para conhecer realidade local

Experiências bem sucedidas em fiscalização e a padronização de procedimentos foram alguns dos temas abordados durante um encontro entre diretores dos Conselhos Regionais de Odontologia do Tocantins (CRO-TO) e de Mato Grosso (CRO-MT), realizado nesta semana, em Cuiabá. A visita institucional dos integrantes do conselho tocantinense foi iniciada nesta quarta-feira (31) e se estende até amanhã (2).

A intenção deste tipo de encontro, explicou anfitrião do encontro e presidente do CRO-MT, Luiz Evaristo Ricci Volpato, é justamente aprofundar o conhecimento de cada realidade local e promover a troca de experiências no intuito de melhorar a atuação dos CROs nos Estados. “Este intercâmbio que ocorre hoje tem grande valor para as duas entidades. Há situações vividas por eles que nós já superamos e questões já equacionadas por eles que ainda estamos enfrentando. Por isso, esta troca de ideias que ocorrem nas visitas institucionais para vermos de que forma podemos fortalecer ainda mais o nosso sistema”.

De acordo com o presidente do CRO-TO, Rafael Marra, um dos principais pontos buscados na visita a Mato Grosso passa pela fiscalização. Atualmente, o Tocantins conta com um fiscal que atende aos 139 municípios daquela Unidade da Federação. “Somos o Estado mais jovem e, por consequência, temos um dos conselhos mais novos. Conhecer como é o trabalho dos nossos colegas em Mato Grosso com toda a certeza nos ajudará a exercer um papel ainda melhor em nosso Estado”, destacou.

Em Mato Grosso, o CRO-MT já conta com fiscais em cada uma das três delegacias regionais do órgão, nas cidades de Sinop, Rondonópolis e Barra do Garças. “São fiscais contratados por meio de concurso público que nos ajudam a aprofundar o papel do conselho justamente na proteção da sociedade como um todo”, explicou Luiz Evaristo, que em agosto esteve no Tocantins para um encontro com presidentes de outros CROs.

Além de aprimorar os trabalhos dos órgãos, um dos eixos da troca de conhecimento visa padronizar o trabalho de fiscalização, uma busca constante do sistema. Presidente do Conselho de Ética do CRO-MT, Sandro Marco Stefanini de Almeida destacou que embora o código de ética seja o mesmo para todo o país, há diferenças na interpretação do texto. “Precisamos padronizar isso. Então, como nossa experiência é um pouco maior, conseguimos passar para eles este nosso trabalho”.

E a intenção do CRO-TO é justamente ampliar o trabalho nos municípios, o que será possível com a realização de concurso para o ano de 2019. “Hoje fazemos audiências de instrução e conciliação e temos um trabalho muito mais voltado para a conscientização. Com o concurso público poderemos ampliar nossa atuação e aprendermos ainda mais com outros conselhos como o de Mato Grosso”, ressaltou o presidente do Conselho de Ética do CRO-TO, Wesley Rodrigues.

Estado mais jovem do país, o Tocantins conta hoje com 3,5 mil cirurgiões dentistas inscritos. Deste total, estima-se que 2,1 mil estão ativos. O Estado conta com seis instituições de ensino com cursos de Odontologia e um deles com uma clínica que serve de referência para as demais instituições por conta da tecnologia empregada em todos os processos.

ZF PRESS – ASSESSORIA DE IMPRENSA DO CRO-MT

COMENTÁRIOS